LIBERDADE INSÓLITA

 

 
LIBERDADE INSÓLITA
 
Encontro-me
 em estado de dormência
sinto que saio do corpo físico
 e levito
em movimentos ébrios…
Ouço vozes deletérias no espaço
e o zumbido
do vento as absorve
num sopro intrépido…
Nesse transe
configuro minha alma que me
refrigera e me acalma…
Suspiro!
E volto…
 repentinamente
 dessa viagem insólita
e acoplo
nesse corpo denso
 e efêmero
a vida me chamou
e voltei
a ser uma alma
errante em
que nessa divagação
fui livre
por mais um instante…
Lu Lena

Anúncios

SONHOS ESQUECIDOS

 

 
 
SONHOS  ESQUECIDOS
Magnetizada pelo
aroma das flores,
sobrevôo os mais
silenciosos recantos…
o meu pensamento
vem delineando…
e penetra no ar
o meu encantamento…
mais uma vez,
me deixo embalar em meu
sonho que mexe
 e penetra fundo na alma
e busca resíduos
adormecidos e indecisos
que repentinamente…
dentro de mim…
se desperta
em confusos aromas
 que…
somente eu sinto…
 
Lu Lena
 

INFÂNCIA

 

 INFÂNCIA

gostaria de correr
no mato verdejante
brincar com os cogumelos…
saltitar esbaforida
junto com a gurizada…
soltando pipa ao céu…
mas a saudade goteja lágrimas
em meu peito…
e na minha face
meus olhos se fecham…
como gotículas de chuva
que se estendem como um véu…
Ah! Hoje eu queria ser criança…
Eternizar esse meu contentamento
desses meus momentos de infância…

Lu Lena