LIBERDADE INSÓLITA

 

 
LIBERDADE INSÓLITA
 
Encontro-me
 em estado de dormência
sinto que saio do corpo físico
 e levito
em movimentos ébrios…
Ouço vozes deletérias no espaço
e o zumbido
do vento as absorve
num sopro intrépido…
Nesse transe
configuro minha alma que me
refrigera e me acalma…
Suspiro!
E volto…
 repentinamente
 dessa viagem insólita
e acoplo
nesse corpo denso
 e efêmero
a vida me chamou
e voltei
a ser uma alma
errante em
que nessa divagação
fui livre
por mais um instante…
Lu Lena

Anúncios

Obrigada pela visita. Volte sempre!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s