LABIRINTO

 

 

 

 
Esse amor alado que
habita dentro de nós
num  labirinto sem fim…
E que  no meu  coração
pulsa numa quietude que
cala outras vezes que
grita…
Pois,  eu não consigo
chegar em ti
e nem tu em mim…
nesse compasso
confuso e desordenado
 sentimos telepaticamente
o tic tac bater assim…

Lu Lena

Anúncios

Obrigada pela visita. Volte sempre!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s