SONHO QUE VOA…

Gosto de dormir e sonhar, porque em sonhos minha alma se liberta e não tenho o domínio dela e pode ir onde quiser fazer o que quiser, sem que esse tal de livre arbítrio a fique vigiando o tempo todo quando ela está nesse cárcere privado chamado corpo e a todo o momento quer voar…voar e voar!

Lu Lena

PENSAMENTO RETRÓGRADO…

Acordei com saudade de um tempo que ficou pra trás, saudade do que não fiz por medo de errar… Saudade de achar que podia ter feito e não ter acertado… Saudade de ter feito achando ter acertado e no fim ver que deu tudo errado… saudade do tudo e do nada…saudade de gritar e ao mesmo tempo ficar calada… Saudade da pureza da infância e também da menina que agora dentro de mim dança e sorri… Saudade de tudo que ganhei…
Mas também de tudo que perdi. Saudade dessa ausência de mim… saudade até do que deixei, do que vivi. Saudade de ti em tudo que escrevi…

Lu Lena

VAZIO…


A vida brinca lá fora, e aqui dentro um corpo sem alma que chora….
E quando ela cansar de brincar?
– Virá esbaforida com um sorriso!
E aí?
– Entre as lágrimas que agonizo, irei embora num último suspiro!

Lu Lena

ALMAS PLANGENTES…

Dão gritos de dor e só que ouve são corações anestesiados em almas plangentes em corpos doentes, sombras extraídas em delírio, pois nem a morte seria um martírio e vão tropeçando e tateando por entre escombros procurando amores que imploram pelo perdão, mas já estão fragmentados pelo chão… E entre um gole de absinto eu vejo e sinto que uma anjo vem ao meu encontro na total escuridão…

Lu Lena

DEUSA DO VENTO…

Trovões e raios rasgando o céu, tambores, danças, transe. E ela chega com com o vestido bordado em fitas coloridas. Incorpora no meu pensamento. Então rodopio exaustiva e sorridente em êxtase por esse mundo que vivencio só na minha imaginação. Solidão? Sorriso solto. Coração pisado no chão. Vida perdida que fica e volta pela saudade do tempo de outrora que se esvaiu. Arrepio. Olho pra essa realidade será verdade? Desacoplo desse contentamento e o que vejo? – Uma alma fadigada e triste mas que para a Deusa do Vento não existe.

Lu Lena